Outros

Ver documentação relacionada com o tema.

As práticas nefastas não se esgotam na mutilação genital feminina e nos casamentos infantis, forçados e precoces. A ideia de práticas nefastas refere-se a qualquer tipo de violência e discriminação cometida contra as mulheres em comunidades e sociedades por um período tão largo de tempo que acabam a ser aceites como práticas culturais. Incluem-se, assim, na definição de práticas nefastas os testes de virgindade, os homicídios de honra, o infanticídio feminino, o homicídio de noivas quando a família não é capaz de pagar o seu dote ao noivo, os interditos e tabús alimentares, a compra e venda da noiva, os apedrejamentos e queimaduras com ácido ou a purificação e abandono das viúvas - que leva inúmeras vezes à sua imolação pelo fogo, entre outras.

Ver documentação relacionada com o tema.