Dinâmicas Populacionais

Ver documentação relacionada com o tema.

Num mundo com mais de 7 mil milhões (biliões) de pessoas, a grande maioria vive no mundo dito em desenvolvimento, enquanto as percentagens de pobreza nos países ditos desenvolvidos continuam a aumentar. É crucial que se olhe para as dinâmicas económicas, sociais, culturais que ditam a actual distribuição não só das pessoas, mas também dos recursos.

Com o advento da globalização, as dinâmicas migratórias alteraram-se, mas a situação geral mantém-se, e a incidência dos problemas que dela advêm tende a ser desproporcionalmente maior com as populações que já se encontram em situações desvantajosas. A ligação entre dinâmicas populacionais e desenvolvimento tem várias componentes, todas elas interligadas. Quando dinâmicas de população acontecem com um pano de fundo de profundas desigualdades a influência a nível de desenvolvimento é profunda.

A questão que se coloca hoje não é relativa ao número de pessoas que existe mas sim às polarizações a nível de desigualdades que acompanham o processo. É nos ambientes marcados por maior vulnerabilidade, onde direitos e saúde sexual e reprodutiva são inexistentes ou escassos, que o impacto de crescimento populacional conta com mais sinais de perigo. É por preocupações como estas que as dinâmicas populacionais têm de estar entre as mais importantes considerações da agenda de desenvolvimento pós-2015: é fulcral que se tomem as evoluções das dinâmicas populacionais como fenómenos multifacetados, e como resultado de questões estruturais (como a desigualdade de género) que necessitam de ser abordadas.

Ver documentação relacionada com o tema.

Está em... Home População e Desenvolvimento Dinâmicas Populacionais